FAQ

Do que necessito para começar a fazer a minha coleção de brincos-de-princesa?

Precisa de:

-  vasos ou cestos de suspender, se as plantas forem para envasar. As medidas são consoante o estádio de desenvolvimento de cada exemplar, que é rápido.  Para vasos ou cestos suspensos, usam-se as fúchsias de porte caído (pendente). Nos vasos, envasam-se as fúchsias semi-caídas e as direitas (erectas).

substrato de cultivo que deve ser rico em matéria orgânica. Se adicionar composto orgânico e húmus de minhoca garante a boa saúde do arbusto e grande quantidade de flores.

- escolher fúchsias da  lista de disponíveis.publicada neste site e fazer o pedido por e-mail. Para outras situações, fale connosco.

Pode ainda comprar por correspondência, em França, Bélgica, Inglaterra, Holanda, EUA...

 

 

 

Há cuidados especiais para as fúchsias no inverno?

O inverno é um desafio para as fúchsias, especialmente para as variedades menos resistentes a baixas temperaturas. Para assegurar que flores bonitas voltarão verão após verão, significa tomar medidas adequadas para que a planta sofra o menos possível. 

Assim:

- Se estão em vaso ou cesto, colocar em lugar abrigado, que pode ser pouco iluminado para a planta hibernar bem.

- Uma poda extensiva também faz parte das medidas a tomar. Cortar a 6 centímetros da superfície do solo.

- Se o porte for para arbusto alto, deixar 15 centímetros de cada ramo ligado ao tronco central, que vai deixar para florir. Os cortes devem ser feitos logo a seguir aos nós onde as folhas ou gemas estão presas aos troncos. Como as folhas caem no inverno, pode desfolhar antes de abrigar. Assim já vai limpa de parasitas que possam estar aí abrigados.

Se estiverem plantadas diretamente no solo, proteger muito bem as ramagens das geadas extremas. No solo, á volta da planta, colocar palha ou aconchegar bem a terra á volta com, pelo menos, 10 centímetros de altura.

Como se classificam as flores das fúchsias quanto ao número de pétalas?

- Simples se tiver 4 pétalas; Semi-dobrada se tiver de 5 a 7 pétalas; Dobrada se tiver 8 ou mais pétalas.

Como posso reproduzir as minhas fúchsias?

Pode ser reproduzida através de sementes, troncos, mas a melhor forma de reprodução é através de pequenas estacas herbáceas.

Como fazer:

- corte uma ponta vigorosa com 5 a 7 centiímetros de comprimento e com 1 ou 2  dois nós.com folhas e a ponta (ápice). A parte que vai para a terra deve ser cortada a meio centímetro abaixo do nó. Assim dificulta-se o apdodrecimento.

-  com uma tesoura, navalha de poda ou x-ato desinfetados corte as folhas, deixando 1 ou 2 milímetros do pé da folha deixando o ápice (extremidade superior) integral.

- polvilhar a extremidade em pó de enraizamento e plantar em vasinho com terra preparada e húmida, apertando a terra de forma a aconchegar a estaca, mas apenas o primeiro nó.  O segundo nó e o ápice ficam limpos.

- colocar  os vasinhos em local abrigado do sol direto e com temperatura á volta dos18º. Não encharcar a terra porque desenvolve a botritis e apodrece o raminho.

 - passados 15 dias,deverão começar a desenvolver-se as folhas, sinal que a planta está a enraizar bem.

- a partir daí e quando entender, mude para um recipiente maior, sem desfazer o torrão. Rapidamente terá mais um belo exemplar.

 

A rega das fúchsias tem alguma regra?

Sim. Os brincos-de-princesa não devem ter a terra demasiado enxarcada. Direi mais, é mais fácil resistir a um curto periodo de seca do que ter água em excesso (não confundir com excesso de calor, acima dos 30/32º). Se estiver plantada no chão e a terra for a ideal, fica permeável e a água em excesso desaparece. Se for em vaso, ter atenção em não ficar água retida no prato. Afoga as raízes e provoca a morte da planta.

Mantenha a terra sempre húmida, regando diariamente em pequenas doses. Reforce a umidade borrifando as folhas com um pulverizador. A planta precisa de um pH ácido, portanto uma vez por mês você deve misturar ácido cítrico (pedir aos técnicos de farmácia na Agriloja) com a água que usará para regar.

Há cuidados com a exposição ao sol?

A fúchsia não gosta de correntes de ar fortes e gosta de exposição solar de pelo menos 4 horas por dia. Mas a localização ideal é a que permite apanhar o sol das primeiras horas da manhã. Não deixar exposta ao sol nos periodos do dia de calor intenso. Alpendres, pérgulas, marquises, canteiros ou varandas virados a nascente são o ideal. Se não tiver estas condições, com alguns cuidados é possível obter belíssimos resultados.

Qual a adubação mais correcta para as fúchsias?

Os adubos para a floricultura têm como elementos principais na sua composição:

Nitrogênio (azoto) – símbolo N - É o principal agente do crescimento das plantas e do desenvolvimento foliáceo.

Fósforo – símbolo P - O Fósforo participa ativamente do processo de divisão das células. Age diretamente na formação dos botões e flores. É um dos agentes diretos na formação da clorofila e aumento do desenvolvimento radicular,  propiciando às plantas maior capacidade de absorverem os elementos férteis do solo.

Potássio – símbolo K - Indispensável à produção dos amidos e açúcares, e para a respiração e desenvolvimento das raízes. Sem ele a planta não se desenvolve. Fica atrofiada.

Eu utilizo um adubo composto de NPK 10-10-10 para o desenvolvimento harmoniosa das jovens plantas.

Para as plantas adultas e em floração, utilizo um adubo composto de NPK 10-14-10.

O fuchsias têm um grande apetite e é quase impossível dar nutrientes demais em uma planta muito grande no chão. No entanto, observa-se alguns princípios:

  • Nunca dê fertilizantes em tempo de muito calor ou  seca.
  • Nunca dê  fertilizante a plantas doentes.
  • É melhor dar a cada semana um pouquinho de fertilizante, que de tempos em tempos uma grande dose.

As fúchsias necessitam de poda?

   Sim. As podas anuais para renovação da planta, que devem fazer-se a partir de meados de fevereiro se já

    não houver geadas.

   Podas de formação, cujo objetivo é formar um exemplar com formato padronizado para fins exposicionais.

   Em Inglaterra há todos os anos exposíções de fuchsias, que primam pela espetacularidade.

   Podas simples, a qualquer momento, para eliminar ramos secos, doentes, mal formados ou forçar a refloração.

Qual a diferença entre os termos CULTIVAR e VARIEDADE, que se encontram nas pesquisas de fúchsias?

 

 O termo CULTIVAR foi criado pelo especialista em horticultura Liberty Hyde Bailey, que o derivou das palavras inglesas "cultivated" e "variety", "cultivado" e "variedade" (do latim: varietas culta), significando estritamente "variedade cultivada" de uma espécie vegetal. O termo não tem o mesmo significado que a designação taxonómica variedade ou que o termo legal variedade de planta utilizado no comércio de plantas e suas sementes.

O conceito foi oficialmente adoptado no XIII Congresso de Horticultura, realizado em Londres (1952), com o objectivo de distinguir as variedades cultivadas das de ocorrência natural.  

 A atribuição de um nome a um cultivar é obrigatoriamente feita em conformidade com o estabelecido no Código Internacional de Nomenclatura de Plantas Cultivadas (mais conhecido pela sua sigla inglesa ICNCP ou por Código das Plantas Cultivadas). A atribuição de um nome exige a demonstração que o cultivar é diferente de qualquer outro já registado e que pode ser propagado de forma consistente mantendo as características descritas da através da metodologia para tal proposta (semente, enxertia, estaca, ou outra).

Fonte: pt.wikipedia.org/wiki/Cultivar

Reproduzir fúchsias vs hibridizar fúchsias, qual a diferença?

Reproduzir consiste em obter uma fuchsia igual à que deu as sementes, desde que não estejam “contaminadas”, ou o raminho que se cortou de uma fuchsia se e plantou. A nova planta obtida é igual à planta de onde se colheu a semente ou o ramo.

 

Hibridizadar dá origem a nova fuchsia, diferente daquela de onde se colheram as sementes.

O processo consiste em polinizar as flore de uma fuchsia apenas com o pólen recolhido de outra fuchsia diferente. As sementes apresentam caraterísticas de ambas.

 

Informo todos os interessados e entusiastas dos Brincos-de-Princesa, que, este ano, e devido á situação presente a nível mundial, não fiz a habitual

VISITA Á MINHA COLEÇÃO  2021  NO FORMATO JARDIM ABERTO

 

Se existirem condições, a VISITA Á MINHA COLEÇÃO  2022  NO FORMATO JARDIM ABERTO será nos dias 04 e 05 de Junho.

Já está disponível a lista dos Brincos-de-Princesa que vou reproduzir para 2022

 

Ver em BRINCOS DISPONÍVEIS.  

Utilizar este E-mail: 

fuchsias.portugal@gmail.com

Atenção ás regras para encomendar e aos prazos para encomendar e para a entrega.

Contacto

Olá! Se quiser fazer a sua coleção, contacte-me por aqui: Estrada Nacional 3
Botequim
2350-377 Torres Novas
Telemóvel: 918 738 605
fuchsias.portugal@gmail.com